logo

» Corte Especial presta homenagem póstuma à assessora-chefe do Nugepnac, Maria Lucia Paternostro Rodrigues

Publicado em: 4 de agosto de 2022



A abertura da sessão ordinária da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta quarta-feira (3), foi marcada por uma homenagem póstuma à servidora Maria Lucia Paternostro Rodrigues, que exercia o cargo de assessora-chefe do Núcleo de Gerenciamento de Precedentes e de Ações Coletivas (Nugepnac).

Ela foi vítima de um acidente em montanha no Peru, durante viagem de férias. O presidente da corte, ministro Humberto Martins, afirmou que o Tribunal da Cidadania está vivendo um momento de “muita tristeza” desde terça-feira, quando se tomou conhecimento da tragédia.​​​​​​​​​

A assessora-chefe do Nugepnac foi homenageada no início da sessão da Corte Especial. | Foto: Gustavo Lima / STJ

“A nossa saudosa servidora e amiga doutora Maria Lucia Paternostro cumpriu os seus deveres com dedicação, competência e ética, além da alegria do viver diário. Estou certo de que não somente eu, mas todos os ministros e as ministras desta casa, os servidores, os colaboradores e todos os que conviviam com ela reconhecem a excelência dos seus serviços e das suas qualidades pessoais e profissionais”, declarou.

Na condição de presidente da Comissão Gestora de Precedentes e de Ações Coletivas, o ministro Paulo de Tarso Sanseverino enalteceu o êxito da parceria com a assessora-chefe do Nugepnac na gestão dos precedentes da corte superior.

“Ela era uma excelente servidora, muito inteligente. Liderava um grupo pequeno, que conseguiu realizar um trabalho excepcional e complexo, que envolve a interlocução com os tribunais e a localização e o controle de processos repetitivos no STJ”, ressaltou.

A homenagem contou com a presença de familiares e amigos de Maria Lucia.

Homenagens de servidores que conviveram com a assessora-chefe do Nugepnac​​​​​​​​​

Colegas de trabalho se reuniram no gabinete da Presidência para reverenciar a memória de Maria Lucia Paternostro. | Foto: Rafael Luz / STJ

Mais cedo, houve uma homenagem na Presidência do STJ, para a qual Humberto Martins convidou todos os servidores que atuam no seu gabinete e no Nugepnac. “Mesmo jovem, ela cumpriu a sua verdadeira missão: fazer o bem, amar o próximo, utilizar os seus talentos e ser amiga de todos nós”, elogiou o ministro.

Antes de assumir a função de assessora-chefe do Nugepnac, Maria Lucia Paternostro trabalhou no gabinete de Martins, desde a chegada do ministro ao tribunal, há 16 anos.

Entre aqueles que conviveram com a servidora durante esse período está o diretor-geral do tribunal, Marcos Cavalcante. “Se há um objetivo nesta vida, a Malu [como era conhecida pelos colegas] conseguiu cumprir, espalhando alegria e amizade. Todos nós teremos a eterna lembrança dela pela sua vivacidade e pelo seu fascínio por viver”, disse.

O secretário-geral da Presidência, Jadson Santana, conviveu com Maria Lucia quando ambos eram universitários. “Era uma pessoa altamente competente, perfeccionista, que fazia tudo com um primor absoluto”, ressaltou.

Quem também trabalhou com Maria Lucia no gabinete do ministro Humberto Martins foi a chefe de gabinete da Presidência, Tereza Roque: “Quando cheguei com o ministro Humberto Martins ao STJ, há 16 anos, foi a Malu quem tão bem nos recebeu, pois ela trabalhava no gabinete do falecido ministro Franciulli Netto, a quem o ministro Humberto sucedeu. Desde o início, se destacava em tudo o que fazia, com muita alegria e profissionalismo. Ela nos deixará uma saudade eterna”.

Na chefia do Nugepnac, Maria Lucia foi auxiliada pela assessora Priscila Motta, que destacou o sucesso do trabalho conjunto: “Nesses últimos dois anos, estivemos muito mais próximas, compartilhando diariamente todos os desafios que nos foram postos. Ela se mostrou ainda mais generosa e parceira do que nunca”.

Servidores do Conselho da Justiça Federal (CJF) também participaram da cerimônia. A diretora do Centro de Cooperação Jurídica Internacional (Cecint) da instituição, Marcia Hoffmann, leu um texto redigido especialmente para homenagear a servidora falecida.

Para conferir o texto, clique aqui.

Fonte:STJnotícias


Compartilhar:


  • Endereço:

    Rua Desembargador Ignácio Guilhon, n.º 85, 1º andar, Campina, Belém/PA. CEP 66015-350.

  • Entre em contato:

    renovasindju@gmail.com

    contato@sindju.org.br

    Telefone: (91) 3038-6503

    whatsapp: (91) 98408-6554

  • Todos Direitos reservados | SINDJU-PA