logo

» Confira a programação da Rádio Justiça para esta segunda-feira (29)

Publicado em: 28 de janeiro de 2018



Revista Justiça
O quadro Direito Civil discute a “barriga de aluguel”, com Viviane Girardi, doutoranda em Direito da Família. O programa fala também sobre o direito à manifestação: cinco pessoas foram detidas em um protesto recente dentro da Catedral da Sé, em São Paulo, contra o reajuste das passagens do transporte público. Para falar sobre o tema, convidamos a diretora executiva da Anistia Internacional no Brasil, Jurema Werneck. E ainda nesta edição, o jurista e professor Renato Marcão segue com o Curso de Processo Penal, com aula sobre as regras de citação ou intimação de acusados segundo o Processo Penal. Segunda-feira, às 8h.

Defenda seus Direitos
O programa de direitos do consumidor fala sobre devolução em dobro de dinheiro pago a mais pelo consumidor. Muitos clientes acabam enfrentando problemas com cobranças indevidas, e, consequentemente, saem no prejuízo pagando a mais por determinadas contas. O ouvinte confere detalhes na entrevista com a advogada Ildecer Amorim, especialista em Direito do Consumidor. Segunda-feira, às 13h.

Justiça na Tarde
O programa repercute o levantamento do Conselho Nacional de Justiça indicando que há 622 presas grávidas e lactantes no país. O maior número está no estado de São Paulo, onde 139 são gestantes e 96 amamentam os filhos, e o Amapá é o único estado que não tem mulheres presas nessas condições. A presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, reforça que se não for concedida prisão domiciliar a essas mulheres, o Estado deve providenciar um local adequado para que a mãe fique presa até o término da gestação e durante o período de amamentação do filho. Especialistas comentam o assunto. Segunda-feira, às 14h10.

Direito Direto
O programa destaca decisão da presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Laurita Vaz, entendendo que as penas restritivas de direito não podem ter execução antecipada. A execução provisória da pena é permitida pelo Supremo Tribunal Federal para a prisão de réus logo após condenação de segunda instância, mas o entendimento é de que essa medida não vale para as restritivas de direitos. Especialistas comentam o que diz a legislação e a jurisprudência sobre o assunto. Segunda-feira, às 17h.

Radionovela Justiça em Cena – “Um casamento de mentira”
Hector é um funcionário exemplar da empresa do futuro sogro, Ronaldo. Mas, ao entrar no escritório do chefe, confessou que não vai mais poder se casar com a noiva, deixando o Ronaldo intrigado com a situação. A justificativa é que ele é mitômano, pessoa que não consegue parar de mentir. Ouça a radionovela em diversos horários e versão compacta aos sábados e domingos, às 20h30.

Rádio Justiça
A Rádio Justiça é sintonizada em 104,7 FM no Distrito Federal e pode ser ouvida pelo site www.radiojustica.jus.br. Siga a Rádio Justiça pelo Twitter no endereço http://twitter.com/radiojustica.

Fonte:Supremo Tribunal Federal


Compartilhar:


  • Endereço:

    Rua Desembargador Ignácio Guilhon, n.º 85, 1º andar, Campina, Belém/PA. CEP 66015-350.

  • Entre em contato:

    renovasindju@gmail.com

    contato@sindju.org.br

    Telefone: (91) 3038-6503

    whatsapp: (91) 98408-6554

  • Todos Direitos reservados | SINDJU-PA